Agroecologia é tema de carta-compromisso assinada no Tocantins

Faltando menos de um mês para as eleições, a preocupação com o engajamento dos candidatos e candidatas às temáticas que envolvem a conservação do meio ambiente e o compromisso com as comunidades rurais e tradicionais é fator que gera preocupação. Na tentativa de conseguir o comprometimento político com assuntos que integram a bandeira da agroecológica, a Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) em parceria com a Articulação Tocantinense de Agroecologia (ATA), onde integram diversas organizações e movimentos sociais que atuam no campo da agroecologia, dentre elas a Alternativas para pequena agricultura no Tocantins ( APA-TO), apresentaram em formato de carta-compromisso as demandas e propostas para combate à fome, à insegurança alimentar e às preocupações pertinentes às comunidades rurais, tradicionais originários do Tocantins.

O evento contou com a participação de representantes do GT das Juventudes, marcando a luta e envolvimento das juventudes do campo no processo eleitoral que atinge diretamente a permanência no campo e desenvolvimento de política públicas específicas. Na ocasião, também foi apresentada a carta aberta das juventudes à sociedade, uma elaboração coletiva resultante do 4° Encontro das Juventudes Rurais da Região do Bico do Papagaio.

O ato de apresentação e adesão da carta-compromisso, realizado dia 06 de setembro de 2022, no Centro de Direitos Humanos de Palmas, contou com a presença dos seguintes candidatos e candidatas:

Karol Chaves (PSOL) – Candidata ao cargo de governadora;

Germana Pires (PCdoB) – Candidata à vice-governadora na chapa do PT;

Maria Lucia (PSOL) – Candidata ao cargo de Senadora;

Maria Vanir (PT) – Candidata ao cargo de Deputada Federal;

Charleide Matos (PSOL) – Candidato ao cargo de Deputado Federal;

Leticia Suarte (PCdoB) – Candidata ao cargo de Deputada Federal;

Ana Cleia Kika (PT) – Candidata ao cargo de Deputada Estadual;

Gustavo Amaral (PSOL) – Candidato ao cargo de Deputado Estadual;

Professor Milton (Cidadania) – Candidato ao cargo de Deputado Estadual.

A carta apresenta pontos que contemplam a realidade de todos as regiões do Tocantins. A iniciativa está associada à campanha nacional desenvolvida pela ANA e está presente em diversos estados do Brasil. A relação completa e atualizada de adesões da campanha Agroecologia nas Eleições está disponível aqui.

Sobre a Campanha Nacional

A campanha de mobilização Agroecologia nas Eleições 2022 é uma iniciativa de incidência política nas candidaturas federais e estaduais deste ano. Uma proposta conduzida pela Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) para dialogar e mostrar que existe sim um caminho possível para a construção e o fortalecimento das políticas públicas de futuro, com valorização da agricultura familiar camponesa, dos povos e comunidades tradicionais e da agroecologia. A campanha de mobilização busca fortalecer a defesa do meio ambiente e da soberania e segurança alimentar e nutricional, valorizando iniciativas da sociedade civil organizada e dando visibilidade às inúmeras experiências que existem em cada canto deste país.

Apresentadas em cinco eixos estruturantes, as demandas expressas na carta-compromisso dialogam com iniciativas consolidadas ao longo dos 20 anos de existência da ANA, período em que se aprofundou a construção e fortalecimento do movimento agroecológico em todo o país. Os eixos se organizam entre os seguintes temas: Questões agrária e urbana e direitos territoriais; Enfrentamento da fome e promoção da soberania e segurança alimentar e nutricional; Ciência, educação e democratização da comunicação e da cultura; Participação democrática e controle social na construção de políticas públicas; e Promoção da igualdade de gênero e racial.

Ao assinar a Carta-Compromisso, a candidata ou o candidato compromete-se a caso eleita/o, trabalhar em diálogo com a sociedade civil para tornar efetivas as proposições apresentadas no documento.

Fotos do evento:

Deixe uma resposta