Campanha ‘Solidariedade sem limites’: Rede Bico Agroecológico beneficia mais de 1300 famílias com produtos agroecológicos na região Bico do Papagaio

Durante o período de 18 de novembro a 10 de dezembro, organizações de agricultores familiares  da região do Bico do Papagaio, estão realizando entregas de cestas com produtos agroecológicos produzidos pelos próprios agricultores. 53 comunidades situadas em 15 municípios vão receber as cestas, que devem chegar a famílias em situação de vulnerabilidade social que estão nessa região.

 Os produtos que compõem as cestas são:  arroz, feijão, farinha, tapioca, massa de puba seca, azeite de coco babaçu, frutas como bananas e laranjas, polpas de frutas e produtos de limpeza como detergente. Destes, com exceção do produto de limpeza e parte do arroz, todos foram produzidos pelos agricultores nos seus territórios quilombolas, nos assentamentos e acampamentos, totalizando mais de 19 toneladas de alimentos.  

As cestas foram organizadas  pela COOAF-Bico, COOPERAMAZÔNIA e CIMQCB,  como forma de beneficiar  as famílias em situação de vulnerabilidade social com comida saudável e produzido sem o uso de agrotóxico.

Maria Ednalva Ribeiro da Silva é coordenadora da regional das Quebradeiras de Coco, no estado do Tocantins, ela conta que a entrega das cestas como forma de campanha de solidariedade começou em 2020 no início da pandemia do Covid-19. Segundo ela, os trabalhos iniciaram com o objetivo de beneficiar famílias em situação de vulnerabilidade social e gerar renda as quebradeiras de coco, quilombolas e agricultores que produzem alimentos agroecológicos.

“A gente tem trabalhado na distribuição de cestas principalmente para as famílias mais necessitadas que vivem aqui na região do Bico do Papagaio. Eu me sinto bem em poder ajudar no processo de montagem e distribuição das cestas; mas eu queria mesmo era que esse trabalho não precisasse ser feito, porque se os governantes reconhecessem que as pessoas pobres têm direitos iguais; porque essa ajuda de bolsa família e auxílio brasil é uma esmola.  porque tem famílias que precisam sobreviver com 200 ou 300 reais e isso não é ajuda digna do governo disponibilizar”.

Cerca de 100 agricultores e agricultoras familiares participam dessa ação e 1383 cestas serão entregues na região durante toda a semana. A iniciativa, que motiva a doação de comida de verdade (produzida de forma agroecológica sem o uso de agrotóxicos e em comunidade, respeitando à terra e o cultivo de cada alimento de acordo com cada época do ano), foi organizada e articulada pelas organizações que compõem a Rede Bico Agroecológico e Alternativas para Pequenas Agriculturas do Tocantins (APA-TO) com apoio da Fundação Banco do Brasil (FBB) por meio do projeto social “Ação Brasileiros pelo Brasil”.

A Fundação Banco do Brasil agradece a participação e solicita apoio de mais brasileiros neste projeto social. “Encher a vida de oportunidade, alimento e esperança. Brasileiros pelo Brasil é uma campanha solidária da @fundacaobb e de muitos parceiros que apoia a agricultura familiar e faz chegar de alimentos para quem mais precisa. Participe. Faça sua doação. bb.com.br/brasileirospelobrasil. Chave pix: pix.pelobrasil@fbb.org.br”

Deixe uma resposta